Foco, leitura e ansiedade: porque entender está mais difícil

Sente dificultade em terminar suas leituras? Há motivos para isso.

Pardes: os níveis da exegese judaica

Os múltiplos níveis de interpretação da exegese judaica elucidam obras abertas.

Calvino: Por que ler os clássicos?

O escritor Italo Calvino explica seus critérios para considerar clássica uma obra.

Listas de leitura

Uma lista das listas de livros.

As sete regras de interpretação de Hillel

Um dos mais antigos métodos hermenêuticos ainda em uso.

O homem de um livro só

Ler muitos livros ou ler muito um só livro? As vantagens de se ler sempre o mesmo autor ou obra.

O Círculo Hermenêutico para leituras críticas

O Círculo Hermenêutico é uma maneira reflexiva de interpretar dados com base em outras informações.
A hermenêutica é a arte e o método de interpretar significados expressos textualmente. Como disciplina, a hermenêutica estuda e sistematiza os processos para construção e justificação dos sentidos de um texto ou de um análogo ao texto (artefatos, cultura material, ritual, organização e outros).

Umberto Eco: a criação do leitor modelo

Sua bagagem cultural e versatilidade fazem de Umberto Eco um exemplar romancista, cronista, crítico, semiótico, filósofo, medievalista, etc, etc, etc...Mas, há mais dele que mereça ser lido. À parte de suas obras de ficção (O nome da rosa a mais popularmente conhecida), algumas de suas obras de teoria da comunicação A Obra Aberta, O Papel... Continuar Lendo →

Lendo metáforas como metáforas

Há um erro de leitura que pode acontecer tanto aos bons leitores quanto aos maus. Alguns dos primeiros cometem-no, enquanto alguns dos segundos, não. Basicamente, supõe-se uma confusão entre a vida e a arte;  inclusive a incapacidade de reconhecer a existência da arte. Sua manifestação mais rude ocorre ridicularizada no velho conto do rústico que... Continuar Lendo →

Sobre os estudos

Francis Bacon Os estudos servem ao deleite, ao ornamento e à capacitação. Seu uso principal para o deleite serve à vida privada e retirada; para o ornamento, aos discursos; para a capacitação, serve ao escrutínio e à condução dos negócios. Desta forma, os homens experientes podem executar e talvez julgar minuciosamente a cada caso, mas... Continuar Lendo →

Um site WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: