Bom, nada mais inseguro do que um escritor numa conferência sobre segurança, um escritor que se sente um pouco solitário porque foi o único convidado nesta e na anterior edição. Preciso de um abrigo, preciso de um refúgio. É um texto que vou ler… o presidente tinha dito que eu devia falar espontaneamente. Não sou capaz […]

                    Quem pode, não quer; Quem quer, não pode; Quem sabe, não faz; Quem faz, não sabe; E assim o mundo vai mal. Provérbio do folclore da província de Ascoli Piceno, na região central da Itália.

Se tomar um café espresso lendo um livro já é ótimo, imagine um livro espresso. *_* Para quem gosta das coisas à moda antiga, (bem antiga, estilo Gutemberg), veja a arte de fazer livros: