Borges: o livro

Dos vários instrumentos do homem, o mais surpreendente é, sem dúvida, o livro.

Aldo Manúcio e as edições Aldinas

A editora veneziana que tirou os livros das bibliotecas e os trouxe aos leitores pedestres.

Ricardo de Bury: Porque preferimos livros das artes liberais aos livros jurídicos

O bibliófilo Ricardo de Bury ou Richard Aungerville (1287 –1345) realmente entendia de livros. Esse bispo e colecionador ávido tropeçava em livros acumulados por sua casa e escreveu em 1345 um dos primeiros tratados sobre a mania, o Philobiblon. Por sua vez, essa obra entraria na história como um dos incunábulos impressos em 1473, além... Continuar Lendo →

Walter Benjamin: Como colecionar livros

Walter Benjamin explica nesse ensaio a relação entre um colecionador de livros e suas posses, antes um discernimento sobre colecionar que sobre coleção.

Vento: técnica de cinema em livro

Antes da invenção dos irmãos Lumière alguns recursos criavam a ilusão de movimento: desenhos em margens de livros, a lanterna mágica de Athanasius Kircher e o gravuras com efeito paralaxe. Com essa última técnica, o livro Vento dos autores italianos Virgilio Villoresi e Virginia Mori fizeram esse belo trabalho.

Um site WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: