Madama Butterfly: Un bel dì vedremo

Madama Butterfly é uma ópera italiana de Giacomo Puccini (1858-1924). Ambientada no encontro colonial e exotismo orientalista, é também um retrato do tratamento reificado das mulheres de etnias e classes diferentes.

Em 1904, o tenente Benjamin Franklin Pinkerton, um oficial da Marinha dos EUA, aportou-se em Nagasaki, no Japão. Um corretor de imóveis convence-o a tomar uma esposa japonesa e a alugar uma casa durante de sua estada.

Sua jovem noiva, Cho-Cho-San (Cio-Cio-San) ou Madama Butterfly, é uma gueixa de 15 ano. Apesar de encorajada pela família, ela realmente está apaixonada pelo gringo. Seu compromisso é tanto que se converteu secretamente ao cristianismo — algo que seria visto depois como uma traição por sua família. No entanto, o marinheiro não tem nenhuma intenção séria com ela, esperando depois encontrar uma esposa americana.

Pinkerton parte e três anos passaram. Cio-Cio-San tem um filho e espera ansiosa o retorno do marido. Quando o oficial retorna, chega com sua esposa americana, Kate. Aparentemente, Kate está interessada em pegar o bebê para ela. Desalentada, a Madama Butterfly comete suicídio.

Esta tragédia em três atos é baseada em Madame Butterfly, um conto do advogado americano John Luther Long (1861 –1927) publicado em 1898. Por sua vez, é provável que o conto tenha recebido influência de um romance semi-biográfico de Pierre Loti, Madame Chrysanthème. Além disso, Long teria escutado o caso via sua irmã, uma missionária metodista no Japão. Há indícios que tenha bases na história de Maki Kaga e seu filho Tomisaburo, o qual foi adotado pelo mercador escocês Thomas Glover.

Puccini mostra como uma mulher (e outros servos) são reduzidos a coisas que acompanham uma casa. Ao ser reduzida a uma mulher a provedora descartável de conforto, satisfação sexual e parideira; Madame Butterfly perde o último fio que sustenta sua dignidade. A ária Un bel dì, vedremo é uma esperança que deveria ser um lamento. Como as polacas contrabandeada pela zvi migdal e outras vítimas do tráfico humano, muitas mulheres são deixadas para trás em vários sentidos. Assim, o cativeiro emocional também implica em perda de direitos reprodutivos e sexuais.

O libreto foi escrito por Luigi Illica e Giuseppe Giacosa. A ópera foi apresentada pela primeira vez no Teatro La Scala em Milão em 17 de fevereiro de 1904, dedicada à rainha italiana Elena de Montenegro. A produção foi um sucesso e de imediato seguiram-se várias montagens nos principais teatros do mundo.

A ária Un bel dì, vedremo é a mais famosa. Diante da camareira Suzuki, Cio-Cio-San (Madama Butterfly) imagina a alegria do dia que estará com seu esposo Pinkerton.

Un bel dì, vedremo
levarsi un fil di fumo
sull’estremo confin del mare.
E poi la nave appare
Poi la nave bianca.
Entra nel porto, romba il suo saluto.
Vedi? È venuto!
Io non gli scendo incontro, io no. Mi metto
là sul ciglio del colle e aspetto, aspetto
gran tempo e non mi pesa
la lunga attesa.
E… uscito dalla folla cittadina
un uomo, un picciol punto
s’avvia per la collina.
Chi sarà? Chi sarà?
E come sarà giunto
che dirà? che dirà?
Chiamerà Butterfly dalla lontana.
Io senza dar risposta
me ne starò nascosta
un po’ per celia, un po’ per non morire
al primo incontro, ed egli alquanto in pena
chiamerà, chiamerà:
«Piccina – mogliettina
olezzo di verbena»
i nomi che mi dava al suo venire.
(a Suzuki)
Tutto questo avverrà, te lo prometto.
Tienti la tua paura. – Io con sicura
fede lo aspetto.

Cartaz da Royal Opera House Live Cinema Season 2016/17

Um belo dia, veremos
um fio de fumaça
na fronteira extrema do mar.
E então o navio aparece
Em seguida, o navio branco.
Entre no porto, sua saudação ruge.
Você vê? Ele veio!
Eu não desço para conhecê-lo, não vou. eu visto
lá na beira do morro e espere, espere
muito tempo e eu não me importo
a longa espera.
E… fora da multidão da cidade
um homem, um pequeno ponto
ele parte para o morro.
Quem será? Quem será?
E como virá
o que ele vai dizer? o que ele vai dizer?
Ele vai chamar Butterfly de longe.
eu sem responder
vou ficar escondido
um pouco para a Celia, um pouco para não morrer
na primeira reunião, e ele estava um pouco com dor
vai ligar, vai ligar:
«Pequena – pequena esposa
cheiro de verbena”
os nomes que ele me deu quando ele veio.
(para Suzuki)
Tudo isso vai acontecer, eu prometo a você.
Segure seu medo. – Tenho certeza
fé eu espero por isso.

SAIBA MAIS

Libretto: http://www.murashev.com/opera/Madama_Butterfly_libretto_English_Italian

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

About leonardomalves