Novas Vidas Paralelas

A engenhosa coletânea de biografias comparativas feita por Plutarco é um gênero que merece ganhar novos títulos. O historiador comparou as vidas de gregos e romanos notáveis em um tom moralista ainda que recheado de anedotas. No Renascimento a tradução das Vidas Paralelas para o latim (e depois outras línguas) era um exercício erudito. Quem sabem alguém se aventura em um nova Vidas Paralelas?

  • Fernão Mendes Pinto e Marco Polo foram mercadores europeus que exploraram a Ásia, escreveram suas memórias e, pelo visto, mentiram muito.
  • O carioca Francisco de Paula Brito (Sociedade Petalógica) e o francês Alfred Jarry (‘Petafísica) compartilhavam o humor, a sátira contra a superficialidade dos sabichões e inspiraram grandes autores.
  • As maravilhas do possível aparecem nas imaginações de Jules Verne e Kurd Laßwitz.
  • Em 1926 ocorreu o desaparecimento da famosa autora. Com popularidade que alcançava as massas, até hoje se especula o que realmente aconteceu nas semanas em que Agatha Christie e Aimeé McPherson saíram de cena.
  • Algumas vidas paralelas são cruzadas com a ficção. Um filólogo, tradutor e professor que rumou para Portugal foi tanto Antonio Tabucchi quanto o personagem Mundus Gregorius de Peter Bieri, o qual cultiva uma paralela vida de literato desiludido como o personagem Pereira de Tabucchi, só que com sob o pseudônimo de Pascal Mercier.
  • Davide Lazzaretti e Antônio Conselheiro sonharam com um reino dos céus na terra e sofreram represálias por isso.
  • O príncipe Madoc de Gales e o Mansa anônimo do Mali lançaram-se em uma expedição ao mar ocidental para nunca mais serem vistos.
  • Pseudo-Isidoro e Amônio são personagens forjados ou forjadores que viraram históricos? Além deles, Léo Taxil e Constantin Simonides fomentaram teorias de conspiração com suas falsificações.
  • Benjamin Franklin e José Bonifácio são mais lembrados por suas contribuições políticas, mas fizeram importantes contribuições científicas.
  • Do Zimbábue vieram Johane Masowe e Johane Marange. Ambos passaram por uma experiência religiosa em 1932, peregrinaram como João Batista pela África oriental, seus adeptos (vaPostori) vestem uniformes brancos com os membros masculinos rapando a cabeça enquanto as mulheres cobrem-se com véus.
  • E não foram só os Joãos que tiveram trajetórias semelhantes. Os dois Simãos, o Kimbangu e o Toco, foram profetas da Igreja de Jesus Cristo na Terra. Perseguidos e presos pelas autoridades coloniais na África central, formaram movimentos religiosos com grande adesão: o kimbaguismo e o tocoísmo.
  • Rosa Egipcíaca e Kimpa Vita tiveram suas experiências religiosas questionadas e suas visões fizeram tremer os poderosos.
  • Mazzaropi e o Cantinflas são o camponês rude dos filmes de comédias antigas.
  • Os misteriosos Monsieur Chouchani e B. Traven vieram da Europa central para a América Latina. Ocultavam seus passados e seus verdadeiros nomes, mas se firmaram como gênios.
  • O poeta com dom extraordinário dom pela palavra, o qual usa para denunciar injustiças e morre de forma misteriosa faz lembrar de Pablo Neruda e do sardo Melchiorre Murenu.
  • Os pais das expedições científicas modernas talvez sejam José Mariano da Conceição Veloso e Carl von Linné.
  • Os naturalistas viajantes Alexandre Rodrigues Ferreira e Alexander von Humboldt abriram caminhos pela América do Sul para o avanço científico.
  • Foram às armas por várias causas, sobretudo, pela liberdade: José Inácio de Abreu e Lima e Giuseppe Garibaldi.
  • Lady Damaris Cudworth Masham e sua relação com John Locke é equiparável com Marie de Gournay e seu envolvimento com Montaigne.
  • As trajetórias das livreiras Sylvia Beach e Susanne Bach são similares além das iniciais compartilhadas. Sylvia veio das Américas para Paris enquanto Susanne saiu da Cidade-Luz para as Américas. Ambas utilizaram sua profissão de livreiras para desafiar fascistas e propagar a literatura e o conhecimento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

About leonardomalves