FAQ Antropologia e Recursos Humanos. Parte I

1) Como a Antropologia relaciona com os Recursos Humanos?

Simples: ambas as disciplinas estudam o ser humano. Enquanto a antropologia enfoca uma visão geral da humanidade, o estudo dos recursos humanos (ou gestão de pessoas, conforme preferem algumas escolas) aplica conhecimentos multidisciplinares, incluindo contribuições da antropologia, ao gerenciamento de pessoas e suas atividades. Desta forma, os fins das duas disciplinas são similares.

2) Por que a antropologia é útil aos recursos humanos?

É meio óbvio dizer que o ser humano é complexo. A antropologia estuda a complexidade humana e fornece meios de compreensão dessa complexidade para a gestão de recursos humanos. As motivações individuais e coletivas, sociais, as relações de autoridade, a atitude face à alteridade, clima e cultura organizacional, colaboração eficaz, a dinâmica da cultura em momentos de fusões e aquisições são alguns temas tratados pela Antropologia que são vitais aos recursos humanos.

Ignorar essas dimensões humanas dos envolvidos em organizações seria um suicídio administrativo.

3) Quais conceitos a Antropologia oferece aos Recursos Humanos?

O conceito fundamental é cultura. A antropologia é a ciência da cultura e em qualquer grupo humano há uma cultura dinâmica. Ainda que cultura seja um conceito amplo e aberto às discussões, a noção de cultura na antropologia distingue-se das concepções leigas de cultura. Essas concepções leigas consideram a cultura como hábitos, costumes, artes, literatura, manifestações eruditas ou folclóricas. Porém, cultura é um conjunto de parâmetros, valores, comportamentos, símbolos divido por um grupo humano. Em uma organização,  subculturas emergem com o tempo e a gestão de recursos humanos precisa entender tanto a cultura geral em que está inserida quanto a subcultura local.

Junto com o conceito de cultura, vem o conceito de capital simbólico, uma forma do capital cultural apresentado pelo pensador (e antropólogo/sociólogo) Pierre Bourdieu. É um capital intangível que envolve conhecimento, prestígio, relações sociais, imagem pública cuja administração depende de experiência e teoria antropológica. Em uma economia baseada no conhecimento, o capital simbólico seria um dos principais ativos que uma empresa possa ter.

Alteridade é outro conceito. Originalmente emprestado a filosofia, alteridade é a relação do indivíduo com os outros. Perspectivas egocêntricas e etnocêntricas, aquelas baseadas no “eu” e no “nós”, causa dano por ignorar a interdependência de indivíduos e instituições. A antropologia serve para alertar aos gestores de recursos humanos a diversidade humana e garantir uma coexistência produtiva e aceitável.

4) Quais os métodos que a Antropologia pode utilizar para os Recursos Humanos?

A principal ferramenta metodológica que a antropologia oferece à gestão de Recursos Humanos é a etnografia. A etnografia é um registro sistemático do comportamento, discurso, cultura material, símbolos e estruturas organizacionais do grupo em estudo.

Esse método qualitativo consagrado da antropologia, por participação-observante, permite alcançar perspectivas que entrevistas, grupos focais e questionários não levantam. Tal vantagem da etnografia sobre outros métodos é devido a divergência entre o que se diz e o que se pratica, além de nossas ações inconscientes. A etnografia verbaliza tais atos.

2 thoughts on “FAQ Antropologia e Recursos Humanos. Parte I

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

About leonardomalves