Tomas Tranströmer: laureado ainda que tardio

296a00ff1d35b5eb56709e7f06409897

Os suecos, com o típico escrúpulo de evitar puxar sardinha para o lado deles, demoraram; mas fizeram justiça ao laurear Tomas Tranströmer (1931—2015) ao prêmio Nobel de literatura 2011.

Conheci a obra de Tranströmer por recomendação de um amigo. Desde então sou fascinado pelos seus versos singelos, enigmáticos, polissêmicos e  profundos que levam à reflexão sem perder sua beleza. Aqui está uma tradução livre que fiz de um dos meus poemas favoritos, remediando um pouco a falta da tradução da sua obra ao português.

O recluso poeta da Ilha de Runmarö combinava um subjetivismo profunda vinda de suas experiências como psicólogo clínico.

PS: No dia 26 de março de 2015 Tranströmer faleceu. Está no prelo da Cia das Letras uma antologia sua, a primeira a ser publicada no Brasil.

I det fria (no aberto), 3 estrofes

— Colentânea “Ecos e traços” 1963-1966

Solen bränner. Flygplanet går på låg höjd
och kastar en skugga i form av ett stort kors som rusar
fram på marken.
En människa sitter på fältet och rotar.
Skuggan kommer.
Under en bråkdels sekund är han mitt i korset.
Jag har sett korset som hänger i svala kyrkvalv.
Det liknar ibland en ögonblicksbild
av något i häftig rörelse.

O sol queima. O avião passa baixo
e projeta uma sombra como uma grande cruz
que corre sobre o campo.
Um homem senta no chão e se acomoda.
A sombra vem.
Por uma fração de segundo, ele está no meio da cruz.
Já vi a cruz no sacrário da igreja,
parece às vezes um piscar de olhos
de um movimento violento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

About leonardomalves